fbpx

Processo de Admissão para novos alunos 2024!

Clique aqui para se inscrever!

Nossa participação na RIW é destaque no JN

Compartilhe:

Fazemos parte do Sinergia, o único grupo educacional presente ao Rio Innovation Week, o maior encontro de tecnologia, inovação e negócios da América Latina, no Pier Mauá, que aconteceu de 3 a 6 de outubro. Centenas de pessoas ficaram encantadas com o nosso estande, que trouxe atrações como espelho interativo, expedição da National Geographic, imersão em um castelo medieval de Inglês, ilhas com mini-jogos e um telefone que reconhece a grafia dos alunos. Logo no primeiro dia do evento, o nosso estande foi destaque na matéria do Jornal Nacional. Visite nossas redes sociais e veja o vídeo com a matéria. Ou clique aqui para ver a matéria completa.

Lucimar Motta, nossa diretora acadêmica, foi uma das palestrantes da Rio Innovation Week, abordando os temas ‘Educação e Tecnologia’.

– No livro “A educação está perdendo a corrida com a tecnologia?”, lançado recentemente, foram apresentados os resultados de testes de literacia e numeracia do PIAAC (Programa para Avaliação Internacional de Competências de Adultos), realizados pela IA. A partir dos resultados, especialistas apontam que, em 2026, a IA superará mais de 80% dos adultos da população humana mundial na realização desses testes. Os resultados dessa pesquisa trazem implicações importantes para a educação e para o mundo do trabalho. Olhando para a dimensão dessas questões, pode parecer que o caminho natural a seguir na escola seja a rápida introdução da tecnologia no cotidiano dos estudantes. Afinal, as profissões do futuro exigirão mão de obra qualificada. Mas estudantes e professores estão preparados para essa superexposição? – indaga Lucimar, que é bióloga e professora, doutora em Biofísica pela (UFRJ) e pela University of Georgia (EUA), além de especialista em Educação Especial e Inclusiva e em Gestão Escolar.

Segundo a diretora do Grupo Sinergia, dados mostram que os adolescentes já passam cerca de 44% do seu tempo de vigília utilizando telas para entretenimento, principalmente nas redes sociais.

– A taxa de crimes virtuais praticados por crianças e adolescentes ou que têm estes como vítimas cresce na ordem das centenas de vezes. Professores precisam aderir a recursos tecnológicos que mudam a todo instante e para os quais muitas vezes não são treinados, elevando as taxas de burnout nos docentes. Vemos a disseminação da tecnologia no espaço escolar, mas não nos parece que os benefícios estão superando os prejuízos – acrescenta a nossa diretora acadêmica.

Seguindo o mesmo raciocínio, Lucimar pergunta:

– Será que nós, professores, estamos mesmo perdendo a corrida? Será que a solução está em banir os dispositivos digitais da escola ou há caminhos possíveis para uma convivência frutífera? A boa notícia é que a resposta é sim. Há caminhos possíveis! Humanos que somos, precisamos saber que a nossa criação pode até superar o criador em alguns quesitos. A IA, criada e treinada por nós, pode tirar 10 no PIAAC (Programa para a Avaliação Internacional de Competências de Adultos), mas a essência humana, capaz de sentir, ser criativa e ter suas próprias ideias jamais será capturada pela máquina. Na Rio Innovation Week, refletimos sobre estas e outras questões acerca do papel da Tecnologia e da Inovação na construção de uma Educação Relevante para a sociedade do século 21 – acrescenta a diretora do Grupo Sinergia.

Aconteceu no Colégio Franco

plugins premium WordPress